Mostra Aliança Francesa de Cinema exibe gratuitamente sete filmes na Fundação Badesc, em Florianópolis

A Mostra Aliança Francesa de Cinema chega à terceira edição em 2019 e apresenta em Florianópolis um recorte da produção contemporânea em língua francesa. Entre os dias 19 e 23 de novembro, sete produções recentes serão exibidas gratuitamente na Fundação Cultural Badesc, Centro da Capital. A comédia Le Poulain, de Mathieu Sapin, abre a mostra no dia 19, às 19h.

Le Poulain. Foto divulgação

A seleção apresenta filmes produzidos nos últimos três anos e que evidenciam temas sociais e muito atuais – na França, mas com eco também no Brasil e no mundo: o poder político, a integração, a diferença, a luta por direitos. A curadoria é assinada pela Aliança Francesa Florianópolis em parceria com a Fundação Cultural Badesc a partir do acervo do Institut Français.

Primaire. Foto divulgação

— A programação mostra várias facetas da sociedade francesa. Do mundo político até a escola pública, passando pela legalização do casamento entre casais do mesmo gênero. Além de mostrar uma realidade de uma sociedade em movimento, também remete à história da França, marcada pelas imigrações e lutas sociais. Na verdade, não é possível entender uma sociedade sem conhecer o seu passado, a sua história — afirma Solène Leblanc-Maridor, diretora da Aliança Francesa de Florianópolis.

Outra temática que desponta em três filmes — À voix haute: la force de la parole, M e Le Poulain é a da voz, do discurso, da forma de falar.

— Esse tema tem um sentido especial para Aliança Francesa, que além da programação cultural é um centro de aprendizagem da língua. O que revela a nossa forma de falar? A língua como vetor de emancipação, de exclusão ou de manipulação? — questiona Solène.

Bastidores da política na França na comédia Le Poulain

Lançado em 2018, Le Poulain é uma comédia ambientada nos bastidores da campanha política na França. O protagonista Arnaud (Finnegan Oldfield), um jovem de 25 anos, sem qualquer experiência profissional ou em política, entra para a equipe de campanha de um candidato à eleição presidencial francesa. Ele fica fascinado pelas técnicas e meandros desse mundo, assim como por Agnès (Alexandra Lamy), a diretora da campanha especialista em comunicação política e que não hesita em virar a casaca se isso servir ao próprio interesse.

O diretor, Mathieu Sapin, usou a experiência que ganhou com políticos como François Hollande ou Emmanuel Macron como inspiração — mas garante que a obra é ficção e não tem nada a ver com a experiência pessoal. Sapin, aliás, é conhecido pelo trabalho como autor de história em quadrinhos e o filme é a sua estreia como diretor de cinema.

A Mostra Aliança Francesa de Cinema 2019 é viabilizada por meio da Lei de Incentivo à Cultura. Patrocínio da ENGIE. Apoio do Consulado da França em São Paulo, do Institut Français, do Institut Français do Brasil e da Fundação Cultural Badesc. A coordenação é Marte Cultural. Realização da Aliança Francesa de Florianópolis, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania e Governo Federal.

PROGRAMAÇÃO

Terça, 19/11

19h – Le Poulain, de Mathieu Sapin
França. 2018. 97 min. Comédia.

Arnaud, 25 anos, entra na equipe de campanha de um candidato à eleição presidencial francesa. Ele fica fascinado pelas técnicas e meandros desse mundo, assim como por Agnès, a diretora da campanha.

Quarta, 20/11

19h – Corniche Kennedy, de Dominique Cabrera
França. 2016. 94 min. Drama.

Um grupo de adolescentes que aproveita o verão na praia de Marselha acaba por se envolver com o tráfico de drogas.

Corniche Kennedy. Foto divulgação

Quinta, 21/11
19h – Primaire, de Hélène Angel
França. 2016. 105 min. Drama.
Apaixonada pela profissão, a professora Florence percebe que o jovem Sacha é negligenciado pela mãe. Irritada com a falta de iniciativa dos colegas, Florence se dispõe a fazer de tudo para ajudá-lo.

Sexta, 22/11
17h – A socióloga e o ursinho (La sociologue et l’ourson), de Etienne Chaillou e Mathias Théry
França. 2016. 78 min. Documentário.
Interpretada por ursinhos de pelúcia  e brinquedos, o filme ilustra a discussão entre a socióloga Etienne Chaillou e seu filho sobre o processo legislativo que ocorreu na França, entre 2012 e 2013,  para legalizar o casamento entre casais do mesmo gênero.

19h – M, de Sara Forestier
França. 2016. 100 min. Drama.
Lila, uma jovem tímida e com gagueira, se apaixona por Mo, um piloto de corridas clandestinas que esconde um segredo.

Sábado, 23/10
15h – À voix haute: la force de la parole, de  Stéphane de Freitas, Ladj Ly
França. 2016. 99 min. Documentário.
Todos os anos, a Universidade de Saint-Denis realiza um concurso com o objetivo de eleger o melhor orador. Mas além da retórica, esse é um momento no qual os alunos podem aprender mais sobre si mesmos.

17h – Wallay, de Berni Goldblat
França. 2017. 84 min. Drama.Um garoto de 13 anos é enviado de sua casa na França para morar com seus parentes na zona rural de Burkina Faso.

Agende-se
O quê: Mostra Aliança Francesa de Cinema 2019
Quando: 19 a 23 de novembro
Onde: Fundação Cultural Badesc (R. Visc. de Ouro Preto, 216, Centro, Florianópolis. Fone: 3224-8846)
Quanto:  gratuito

Comments

comments

Laura Coutinho

Escrito por Laura Coutinho

Laura Coutinho é jornalista com mestrado em Relações Internacionais. Já morou em Porto Alegre, Londres e Lisboa e é apaixonada por viagens, gastronomia, cultura e inovação. Trabalhou mais de 15 anos no Grupo RBS como repórter, editora, colunista e assinou coluna social durante um ano no Jornal Notícias do Dia. Hoje, concilia a produção de conteúdo em site próprio com o trabalho de relações públicas.

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.