Com três endereços em Floripa, Mercado Sehat expande operação para São Paulo e lança linha de produtos

O Mercado Sehat, em Floripa, é daqueles lugares tão múltiplos que fica difícil descrever como uma coisa só. O espaco funciona como um hub cultural para quem gosta de comida saudável e gostosa e se alinha com diversos movimentos contemporâneos que nos enchem de esperança: alimentação saudável, inovação, sustentabilidade e orgânicos.  Referência em Floripa com três endereços, o Sehat agora expande, abrindo a primeira unidade fora da Ilha, em São Paulo.

Quintal Rosa Fotografia, divulgação

O Sehat, palavra que significa terra saudável em indonésio, é fruto do sonho de Ana Paula da Silva, Samuel Teixeira e Gabriela Trojan (mais tarde Matheus Matoso Luiz Filippe de Simas,  do Black Horse Coffee, se juntaram ao time). Na época, os amigos recém-chegadas de Curitiba somaram o desejo de criar uma cafeteria em Florianópolis. Assim surgiu, em 2015,  o primeiro endereço, no Campeche (Pequeno Príncipe, 856).

Quintal Rosa Fotografia, divulgação

Muito mais que um café,  o espaço inovador mistura hortifruti de orgânicos, empório, cafeteria e restaurante, em um menu super flexível (raridade na cidade), que vai do café da manhã ao  happy hour passando pelo almoço e café da tarde, incluindo uma incrível confeitaria vegana de produção própria.

Quintal Rosa Fotografia, divulgação
Quintal Rosa Fotografia, divulgação

A pegada Thai que o Sehat mantém até hoje (melhor pad thai da cidade em um cardápio sempre renovado), foi incumbência de Marcelo Amaral, professor de gastronomia e chef que é referência nacional em comida asiática. Hoje, a cozinha segue sob o comando da talentosa Angelica Biondo, com a sua experiência em diferentes cozinhas asiáticas de São Paulo, Porto Alegre e Florianópolis. O Sehat do Campeche também funciona como centro de produção.

Jardim do Sehat do Campeche. Quintal Rosa Fotografia, divulgação

De 2015 pra cá, o Sehat só cresceu, se firmando como referência em alimentação gostosa e saudável e ponto cultural da cidade, com shows, lançamentos e exposições, e abriu mais duas unidades. A primeira expansão fora do Sul da Ilha foi no Centro, em 2017, onde o Sehat tem um espaço super charmoso que oferece restaurante thai express,  cafeteria, confeitaria vegana e happy hour.  Uma baita opção bem na muvuca do Centro da cidade (Jerônimo Coelho, 308).

Fachada do Sehat do Centro de Floripa. Quintal Rosa Fotografia, divulgação
Quintal Rosa Fotografia, divulgação
No menu, confeitaria vegana de fabricação própria e os cafés especiais do Black Horse. Quintal Rosa Fotografia, divulgação

Mais recentemente, no final de 2018, nasceu o endereço  da Lagoa da Conceição, dentro do LayBack Park (Henrique Veras do Nascimento, 190), que oferece cardápio thai e menu de happy hour.

Quintal Rosa Fotografia, divulgação
Quintal Rosa Fotografia, divulgação

Inquieta, a turma do Sehat  ainda neste ano vai lançar duas novidades. Uma delas é a linha de produtos com a marca Sehat e de produção própria, como sucos, salada de frutas, geleias, curries, molhos, farofa, mix para panqueca,  cold brew e muito mais já que a  ideia da linha é ser sazonal, aproveitando os insumos orgânicos de cada estação.

A segunda novidade é que o Sehat vai desembarcar em São Paulo. Conforme Gabriela e Ana, a primeira loja em SP seguirá o modelo da loja do Campeche, com mix completo, centro de produção e loja conceito.

A chegada de um restaurante manézinho na capital gastronômica do Brasil, só assegura a nossa vocação quando o assunto é estimular um lifestyle saudável. E, claro, confirma o talento dos empreendedores.

Mercado Sehat
Campeche: Av. Pequeno Príncipe, 856. De terça a domingo das 8 às 20h.
Centro: Rua Jerônimo Coelho, 308. De segunda à sexta das 7h30 às 19h30.
Lagoa da Conceição: Henrique Veras do Nascimento, 190. Diariamente, das 17h à meia-noite.

 

 

Comments

comments

Laura Coutinho

Escrito por Laura Coutinho

Laura Coutinho é jornalista com mestrado em Relações Internacionais. Já morou em Porto Alegre, Londres e Lisboa e é apaixonada por viagens, gastronomia, cultura e inovação. Trabalhou mais de 15 anos no Grupo RBS como repórter, editora, colunista e assinou coluna social durante um ano no Jornal Notícias do Dia. Hoje, concilia a produção de conteúdo em site próprio com o trabalho de relações públicas.

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.