Rio maravilha: clichês incontornáveis e novidades em alta para quem planeja férias cariocas

Texto de Jô Cintra, da Jô Cintra Tailor Made Tours 

Cidade musical, hospitaleira, com um alegria contagiante e temperaturas sempre convidativas, o Rio de Janeiro encanta com sua deliciosa informalidade e alternativas simples, como os endereços de saladas e sucos naturais – pontos de encontro na Zonal Sul -, ou o tradicional mate gelado e o característico biscoito Globo enquanto o tempo passa sutilmente na beira do mar. Fazer yoga ou alongamento bem cedinho, na areia da praia, também é tentador, assim como é irresistível ver o sol nascer em algum ponto da cidade, ou participar de um festivo entardecer no Arpoador.

>> Cariocas imperdíveis: confira quais são os cinco melhores restaurantes do Rio

Mas o Rio também surpreende com uma sofisticação peculiar. A começar pelas opções de hospedagem. O Hotel Fasano, em Ipanema, tem o rooftop mais famoso e fotografado e o Londra, o adorável bar do térreo, tem uma lista bem seletiva de clientes.

Bar Londra. Fasano, dvg

O tradicional Copacabana Palace nunca perde a majestade nem o glamour que lhe foi conferido; e o novíssimo Grand Hyatt, na Barra da Tijuca, fascina já pela incrível arquitetura contemporânea.

Grand Hyatt, dvg

Roteiros de charme

Passeios clássicos, como Pão de Açúcar, Corcovado e Cristo Redentor podem até estar sempre no programa. Mas se você já foi, fuja dos clichês e permita-se novas emoções. O Forte de Copacabana está incrível. Tem restaurante, bar e filial da Confeitaria Colombo. O final de tarde por ali é sensacional, especialmente quando o céu se cobre com um colorido natural impressionante e convidativo a uma taça de champanhe.

Experimente também abrir mão do café da manhã, sábado, no hotel, e vivenciar esta experiência no Parque Lage. O serviço é feito no entorno da piscina. Puro charme.

Riotur, divulgação

Ali perto fica o Jardim Botânico, que além de um belo passeio, vez por outra, oferece exposições muito interessantes. Lá dentro mesmo fica o La Byciclette, um elegante cantinho francês perfeito para o almoço, para degustar todos os momentos sem pressa nenhuma.

La Byciclette, dvg

Se estiver na Zona Sul, é muito fácil fazer tudo isso de bicicleta – mas é proibido circular com ela dentro do Jardim Botânico. Por isso, prefira pedalar pela orla. São quilômetros de belas paisagens e uma fantástica sensação de liberdade. A ciclovia que leva até São Conrado continua fechada, mas é possível fazer uma parte do trajeto e ver o mar lá de cima. Aos domingos, uma das pistas entre o Leblon e Ipanema fica fechada para atividades ao ar livre. Chegue cedo, porque no final da manhã a movimentação fica intensa!

Alma carioca

O Centro da cidade é outro lugar imperdível, desde que recebeu atenção especial para as Olimpíadas. Observe o gigantesco e impressionante painel do grafiteiro Kobra; visite o Museu do Amanhã, o MAR (Museu de Arte do Rio), e o Museu Histórico Nacional. Uma aula de cultura! Vale também assistir um espetáculo no Theatro Municipal. O lugar, por si só, vale a visita.

Fachada do Museu de Arte do Rio. MAR, divulgação

E já que está por essa área, suba até Santa Tereza para uma degustação de cafés. O Hotel Santa Teresa Rio MGallery by Sofitel é um charme. Aproveite para admirar a paisagem urbana do Centro da cidade que se descortina. Todo primeiro sábado do mês tem a ferinha de antiguidades da Rua do Lavradio – no boêmio bairro da Lapa. Ao redor, uma série de alternativas gastronômicas populares, com muito samba, chope e caipirinha.

Vale subir Santa Tereza para se hospedar ou tomar um drinque no charmoso Hotel Santa Teresa Rio MGallery by Sofitel. Accor Hotels, divulgação

Para cardápios mais sofisticados, sugerimos o Cais do Oriente e a Brasserie Lapeyre, no Centro mesmo. No Botafogo, o mais recente destino da boa gastronomia carioca, sugerimos o elegante Irajá.

Cais do Oriente, divulgação
Irajá, divulgação

Na Gávea, no Jockey Club, experimente o Bagatelle e encante-se. Em agosto foi  inaugurado o clube de jazz nova-iorquino Blue Note, no complexo Lagoon às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas, com vista do Morro Dois Irmãos, Pedra da Gávea e do Cristo Redentor. Nos dias em que não houver programação cultural será um centro gastronômico comandado pelo chef Pedro de Artagão.

Blue Note, divulgação
Blue Note, divulgação

Não muito longe dali, em Ipanema, está o Riba – uma mistura da carioquíssima verve da botecagem com o allure italiano, cheio de bossa. Este é o atual hotspot do bairro mais descolado do Rio.

Riba, divulgação

Interessado em mais roteiros personalizados? Clica aqui. 

Comments

comments

Laura Coutinho

Escrito por Laura Coutinho

Laura Coutinho é jornalista com mestrado em Relações Internacionais. Já morou em Porto Alegre, Londres e Lisboa e é apaixonada por viagens, gastronomia, cultura e inovação. Trabalhou mais de 15 anos no Grupo RBS como repórter, editora e colunista. Hoje, concilia o site próprio com uma coluna semanal no jornal Notícias do Dia, em Santa Catarina, e o trabalho de relações públicas.

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *