No Morro da Lagoa, Empório Capella Café tem jeito de casa de avó e cozinha artesanal

Na subida do Morro Lagoa, ali no finalzinho do Itacorubi, o Empório Capella Café (Rodovia Admar Gonzaga,  3730) abriu discretamente há cerca um mês. A ideia da família Bitencourt, que toca o café, era afinar equipe e cardápio durante uma fase de soft opening, sem muita propaganda ou alarde. Mas a discrição não deu muito certo, e, no boca a boca, o café já virou sucesso.

Passei por lá no último domingo para descobrir o porquê de, rapidamente, o Capella ter virado o novo queridinho da região.

>> Olhar apurado: Consuelo Blocker fala de estilo, trabalho e sua paixão pelo hedonismo italiano.

Empório Capella Café, divulgação

O visual e a décor entregam o primeiro motivo. A passarela que liga o café  ao estacionamento (amplo, outro ponto positivo) foi revitalizada com a plantação de maracujazeiros e jasmins. Com mesas internas e externas, o espaço é puro charme e foi decorado com uma pegada vintage, reunindo peças de família  a itens garimpados em antiquários. O piso é de ladrilho hidráulico  de Minas Gerais, de onde vem também a cachaça artesanal Antonieta, usada em receitas e vendida em garrafa. A vibe é de casa de vó.

>> O NOVO SUL DA ILHA: CINCO LUGARES IMPERDÍVEIS PARA CONHECER NO RIO TAVARES

Empório Capella Café, divulgação
Fabricio Flores, divulgação
Fabricio Flores, divulgação

O que nos leva ao segundo motivo para o sucesso da casa: o foco em produtos artesanais e, de preferência, regionais com ótima curadoria. O cardápio tem cerca de 30 itens que estão sendo testados (o chef executivo Leandro Bittencourt tem muitas cartas na manga pois desenvolveu mais de 100 opções para o menu).

O amuse bouche é cortesia do chef: shot de mandioquinha, funghi e azeite de lavanda. Foto Laura Coutinho

Entre os mais pedidos estão a cesta de pães frescos preparados ali,  como o de cenoura e o de beterraba, acompanhados de antepastos como a compota de maracujá, o pesto, a manteiga de ervas, o chutney de manga e o ghee de castanha.

Empório Capella Café, divulgação

 

Empório Capella Café, divulgação
Pão de trigo artesanal. Empório Capella Café, divulgação

O atendimento pode ainda não estar 100%, mas já tem simpatia e afeto, o que, somado ao ambiente delicioso, faz com que o Capella seja um daqueles espaços para passar horas entre papo, cafés e bolos.

Bolo de cacau sem glúten e sem lactose. Empório Capella Café, divulgação

Além da promessa de empório com produtos artesanais e regionais, há ainda a ideia de servir jantares por ali. Depois da experiência, ficou a sensação de que o melhor do Capella ainda está por vir.

Mais informações aqui. 

Comments

comments

Laura Coutinho

Escrito por Laura Coutinho

Laura Coutinho é jornalista com mestrado em Relações Internacionais. Já morou em Porto Alegre, Londres e Lisboa e é apaixonada por viagens, gastronomia, cultura e inovação. Trabalhou mais de 15 anos no Grupo RBS como repórter, editora e colunista. Hoje, concilia o site próprio com uma coluna semanal no jornal Notícias do Dia, em Santa Catarina, e o trabalho de relações públicas.

Facebook | Instagram

Uma resposta para “No Morro da Lagoa, Empório Capella Café tem jeito de casa de avó e cozinha artesanal”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *