Hot list: cinco lugares da queridinha Lisboa que você não pode perder!

Texto de Ana Beatriz Freccia Rosa* 

Temos acompanhado o crescimento de Lisboa como uma das mais cosmopolitas da Europa. Não à toa o destino foi escolhido em 2017 como a capital Ibero-americana de cultura e uma das melhores para se visitar.

Em minha última passagem pela cidade vim participar do WebSummit, evento de cultura, tecnologia e inovação, que traz pelo segundo ano consecutivo mais de 50 mil pessoas para a cidade.  Lisboa tem conquistado o coração dos brasileiros mais do que nunca e muita gente tem escolhido como a “nova casa”.

A cidade também há tempos conquistou meu coração e é uma das minhas favoritas, por isso divido aqui as minhas ultimas descobertas e alguns lugares imperdíveis para se visitar.

LXFACTORY

O antigo complexo fabril localizado na área de Alcantara virou uma ilha criativa, com escritórios de moda, arquitetura, música e um grande espaço onde as novas startups estão se instalando. Além dos escritórios, você ainda encontra diversos bares e restaurantes, barracas de vinho, comida orgânica e artesanato. Vale a visita para um almoço descompromissado ou happy hour.

Fotos: Ana Freccia

Vai lá: Rua Rodrigues Faria, 103
1300 – 501 Lisboa

RIO MARAVILHA 

E por falar em LX Factory, não deixe de visitar o Bar e Restaurante Rio Maravilha. O complexo LX Factory já existe há algum tempo, mas o local foi inaugurado recentemente. Ele fica escondidinho em um dos prédios do complexo. Suba até o quarto andar e você terá uma das vistas mais bonitas da cidade, o Rio Tejo e a Ponte 25 de Abril. A decoração é inspirada no Rio de Janeiro e uma boneca estilizada, colorida e de braços abertos lembra o Cristo Redentor. O cardápio mistura delícias portuguesas e brasileiras, foi criado pelo famoso chef Diogo Noronha e utiliza apenas produtos da estação.

Rio Maravilha, reprodução

Vai lá: LX Factory, Entrada 3, 4o andar.
Rua Rodrigues Faria, 103
1300 – 501 Lisboa

BAR TERRAÇO SANTA LUZIA 

Outro lugar para um fim de tarde perfeito no bairro Alfama é o Bar Terraço Santa Luzia. Apenas um pequeno portão escondido no meio de muitas flores ao redor da Igreja de Santa Luzia leva você ao pequeno bar, com uma vista incrível para um dos bairros históricos mais bonitos de Lisboa. Não há muitas opções de comida no cardápio nem caixa eletrônico por perto, mas os vinhos são maravilhosos e a vista imperdível.

Vai lá: Miradouro de Santa Luzia, Jardim Júlio Castilho, Alfama, Lisboa

Foto Ana Freccia


BAR JASMIM DA MOURARIA

Apenas uma pequena porta em um muro amarelo. O espaço é muito pequeno mas acolhedor e extremamente bem decorado. Fica localizado no Beco do Jasmim, na Mouraria e veio dar lugar à uma antiga mercearia local. Prove os petiscos do cardápio nas mesinhas logo à frente ou nos bancos de madeira. Não deixe de experimentar o Porto Tônico, coquetel feito com vinho do Porto branco, água tônica, menta, gelo e limão e a sandes (sanduíche) de barriga de porco assada em forno de lenha.

Fotos Ana Freccia

Vai lá: R. João do Outeiro 54, 1100-132 Lisboa Abre todos os dias até a maia-noite.

RESTAURANTE MEZZE 

A tentativa de ir no Mezze foi frustada, pois há sempre muita fila para conseguir entrar. Mesmo assim, deixo aqui a dica deste restaurante que nasceu através de uma associação chamada Pão a Pão, responsável pela integração de refugiados do Oriente Médio. São 12 funcionários, apenas dois deles portugueses que administram o local, que traduzem para o curioso público tudo que ali é servido. Grande parte dos pratos é vegetariano mas algumas adaptações tiveram de ser feitas. O vinho, por ser essencial na gastronomia portuguesa foi adicionado ao cardápio e a carne, quando servida, há a exigência de ser halal (palavra árabe que significa legal, permitido). Além de comida elogiada, ainda há workshops de gastronomia, dança e cultura árabe. Vale apoiar o projeto e conhecer o Mezze, um dos novos queridinhos de Lisboa.

Mezze, reprodução

Vai lá: Mercado de Arroios, Rua Ângela Pinto, 12.

Comments

comments

Ana Beatriz Freccia Rosa

Escrito por Ana Beatriz Freccia Rosa

Ana Freccia é manezinha, jornalista, globetrotter, empresária em Londres. Já mochilou pelos quatro cantos, comanda o blog de viagem O Mundo Que eu Vi e já teve endereço fixo em Londres, na Itália e na Austrália. Vive desde 2013 na terra da rainha mas não perde uma chance de viajar para conhecer novos lugares no mundo, mesmo que eles estejam ali bem pertinho, como um cinema escondido ou aquele café na porta ao lado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *