Dica de arquiteta: 4 restaurantes e vinícolas com décor incrível para conhecer no Chile

Dos campos com paisagens românticas até a charmosa metrópole Santiago, passando pelas incontornáveis vinícolas, o Chile é um destino apaixonante. A arquiteta e globetrotter Maíra Queiroz acabou de retornar de uma viagem ao país e compartilha aqui suas dicas, que incluem ótimos restaurantes na Capital e belas vinícolas no Valle de Colchagua. Todos com decoração ou arquitetura diferenciadas e que merecem ser visitados.

–  O que me atrai no Chile é como a tradição se mescla com a arquitetura contemporânea – finaliza.

>> Sete hot spots portenhos longe do óbvio: onde ficar, comer e passear em Buenos Aires 

Partiu, Chile?

1 – Vinícola Casa Silva

Vinícola Casa Silva/Divulgação

Uma vinícola familiar, a Casa Silva fica no Valle de Colchagua, região a cerca de duas horas de carro da capital Santiago e muito famosa pela produção de vinhos.

Maíra conta que o destaque desta vinícola é o Hotel Boutique, que originalmente era a casa da família Silva e possui mais de 100 anos.

– A arquitetura e a decoração são rústicas, com clima campestre. É ótimo para relaxar e aproveitar a tranquilidade do campo chileno.

Casa Silva, divulgação

Outra dica da arquiteta é ir ao restaurante, que possui uma bela vista para a Cordilheira dos Andes.

– Os pratos são deliciosos e feitos à base de produtos da região e harmonizados com os vinhos

Também vale a pena a visita à adega de vinhos, que fica aberta para visitação e degustação durante todo o ano..

Vinícola Casa Silva/Divulgação
Vinícola Casa Silva/Divulgação

2 – Vinícola Lapostolle

Com uma arquiteta de estilo bem contemporâneo, a vinícola Lapostolle tem construção imponente, vista desde a entrada do vinhedo, que também fica no Valle de Colchagua.

– A fachada é a representação de uma barrica aberta e as 24 hastes de madeira correspondem à quantidade de meses para a maturação do vinho Premium Clos Apalta, um dos mais famosos da vinícola – conta a arquiteta.

Lapostolle/divulgação

Utilizando uma arquitetura vertical, as etapas da produção do vinho ficam distribuídas nos seis andares da vinícola. dessa forma,  os vinhos são produzidos usando somente a gravidade, sem a necessidade de passar por sistema de bombeamento. Quatro andares ficam no subsolo, onde a temperatura é mais baixa e ideal para o amadurecimento dos vinhos.

– O restaurante lá também é excepcional, mas é preciso agendar com bastante antecedência –  aconselha a arquiteta.

Lapostolle/divulgação
Lapostolle/divulgação

3 – Restaurante Mestizo

O restaurante Mestizo fica no Parque Bicentenário, na capital Santiago. Com  projeto do arquiteto chileno Smiljan Radic, o endereço com arquitetura contemporânea foi inaugurado em 2007.

Gonzalo Puga, divulgação

Maíra explica que o destaque do prédio é o uso dos materiais brutos, como as pedras no lugar de pilares (foto acima). Os banheiros também seguem essa tendência: as bancadas são esculpidas nas próprias rochas (foto mais abaixo).

O menu acompanha a vibe da décor: o Mestizo é especializado em versões contemporâneas de pratos tradicionais da cozinha chilena.

– Quando for no restaurante, prefira as mesas que ficam na varanda. Elas têm uma vista privilegiada do parque e permitem uma integração maior com a natureza – comenta a arquiteta.

Gonzalo Puga, divulgação
Gonzalo Puga, divulgação

4 – Restaurante Giratório

Há quem considere o Giratório um pega-turista,  mas Maíra aprovou o polêmico endereço, muito frequentado por brasileiros, principalmente pela vista que oferece.

– O Giratório tem uma decoração aconchegante, com tijolos aparentes e teto espelhado. Localizado na cobertura de um edifício em Santiago, a principal atração do restaurante é a vista de 360 graus da cidade – conta.

Giratório/divulgação
Giratório/divulgação

Se você está procurando um clima mais romântico, a arquiteta aconselha chegar no final da tarde, na hora do pôr do sol.

 

Sete hot spots portenhos longe do óbvio: onde ficar, comer e passear em Buenos Aires

Comments

comments

Laura Coutinho

Escrito por Laura Coutinho

Laura Coutinho é jornalista com mestrado em Relações Internacionais. Já morou em Porto Alegre, Londres e Lisboa e é apaixonada por viagens, gastronomia, cultura e inovação. Trabalhou mais de 15 anos no Grupo RBS como repórter, editora, colunista e assinou coluna social durante um ano no Jornal Notícias do Dia. Hoje, concilia a produção de conteúdo em site próprio com o trabalho de relações públicas.

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *