De Floripa para a Gold Coast: jornalista dá dicas e compartilha impressões sobre a cidade australiana

Queensland é um dos seis estados australianos e tem pelo menos duas cidade super procuradas pelos brasileiros: Brisbane, a capital regional, e Gold Coast, sobre a qual já falamos aqui.

Recentemente, quem se mudou para a Austrália foi a jornalista Gabriela Damaceno, que está em Brisbane, onde mora em um barco ancorado (sim, isso é perfeitamente possível por lá), mas vive dando rolé em Gold Coast, cidade próxima. Confira abaixo algumas dicas da Gabi sobre a região.

>> Sol, surfe, estudo e trabalho: porque a Gold Coast está entre as cidades australianas preferidas dos brasileiros 

>>Para mais dicas sobre como estudar e trabalhar na Austrália, clique aqui. 

Texto de Gabriela Damaceno* 

#1 Autêntico café da manhã australiano

O típico café da manhã australiano não é nada básico. Para começar o dia ao estilo aussie nada supera um prato com ovos, bacon defumado, tomate grelhado, cogumelos e pasta de abacate temperada. Salsichas ou feijão podem complementar a refeição. Para beber, que tal um shake de banana com leite de soja?

O agitado café  Sandbar, localizado nem Surfers Paradise, de Gold Coast, oferece diversas alternativas orgânicas e sem glúten do café da manhã típico australiano.  Aos domingos a casa costuma ter música ao vivo até o pôr do sol, com diversas opções de cervejas e vinhos.

Sandbar, divulgação
Seja para o café da manhã tradicional ou uma versão mais saudável, sem glúten ou lactose (foto), o Sandbar é um dos hot spots preferidos. Sandbar, divulgação
Sandbar, divulgação

Sandbar: 52 The Esplanade,  Surfers Paradise, Gold Coast

#2 Vida ao ar livre

Os australianos adoram a vida ao ar livre. Natação, corrida, surf, pesca ou passear na praia, o importante é aproveitar os dias de sol. Por isso, é comum encontrar churrasqueiras na beira da praia ou em parques. Em toda a cidade são mais de 300.

Churrasqueiras à beira-mar. Foto Gabriela Damaceno

Além 52 km de praias, os moradores de Gold Coast podem usufruir de piscinas públicas. No total, são 8 centros aquáticos bem equipados e que não requerem associação. É só chegar pagar a taxa de entrada que custa $5,90.

#3 Sistema de transporte

De ônibus, bonde, de bicicleta, patinete (sim, aqui patinete também é coisa de adulto) ou a pé, é muito fácil se locomover pela cidade. Toda a orla possui ciclovia e as ruas possuem faixa preferencial para as bicicletas. [foto de alguém andando de patinete.

Gabi na famosa praia Surfers Paradise, em Gold Coast

* Gabriela Damaceno é jornalista formada pela Universidade Federal de Santa Catarina com experiência em produção de conteúdo multimídia. Já morou em Buenos Aires e, atualmente, vive em um barco que está ancorado em Brisbane, na Austrália

Comments

comments

Laura Coutinho

Escrito por Laura Coutinho

Laura Coutinho é jornalista com mestrado em Relações Internacionais. Já morou em Porto Alegre, Londres e Lisboa e é apaixonada por viagens, gastronomia, cultura e inovação. Trabalhou mais de 15 anos no Grupo RBS como repórter, editora e colunista. Hoje, concilia o site próprio com uma coluna semanal no jornal Notícias do Dia, em Santa Catarina, e o trabalho de relações públicas.

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *