Autêntico japonês: Florianópolis ganha primeira casa dedicada ao lámen

Já faz algum tempo que o lámen (ou rámen), prato que se desenvolveu no Japão, ganhou as capitais do mundo se tornando a nova febre oriental.  Florianópolis, no entanto, exceto por alguns restaurantes japoneses que incluíram discretamente o prato no cardápio, ainda não tinha uma casa dedicada exclusivamente à iguaria.  Pois neste sábado (8), inaugurou na Lagoa da Conceição o Lámen San.

Simplificando bastante, o lámen é uma espécie de sopa com macarrão, carne de porco e vegetais.  No Lámen San, o lámen é 100% caseiro, sem temperos industrializados e com macarrão feito no dia.  Simples, o restaurante é de uma família de japoneses e oferece três opções do prato: Missô,  que leva ovo, barriga de porco, alho poró, cebolinha, agrião e broto de feijão no caldo de missô, o shoyu, com adição de alga no caldo a base de shoyu, e o Shio, que leva milho no caldo de sal.  Qualquer uma das três opções custa R$ 26 e é super bem servida. Experimentei o Missô e, apesar de não comer a carne de porco, gostei muito do prato, suave e com aquele sabor daquele tipo que faz a gente se sentir aconchegada.

Lámen Missô foi meu eleito: leva barriga de porco, macarrão, agrião, ovo, cebolinha e alho poró. Foto Lámen San, divulgação

Ainda há opção vegana do lámen frio, chamado de Leimen (R$ 33).

Como entrada pedi o Yakko (R$ 8), um sashimi de tofu com gengibre, shoyu e cebolinha. Há ainda três opçôes de porções: lombo suíno, coxa e sobexoca de frango e bolinho de arroz.

A julgar pela lotação do primeiro dia de operação e pela autenticidade dos pratos, atestada pela família japonesa que comanda o negócio, já é sucesso.  O atendimento e serviço ainda precisam de ajustes. Dica: se puder segurar a ansiedade, espere alguns dias para conhecer.

Lámen San: Rua Senador Ivo D’Aquino, 33, Lagoa da Conceição
De terça a sábado, das 17h às 22h.
(48) 3307-6554
Mais infos aqui.

 

 

Comments

comments

Laura Coutinho

Escrito por Laura Coutinho

Laura Coutinho é jornalista com mestrado em Relações Internacionais. Já morou em Porto Alegre, Londres e Lisboa e é apaixonada por viagens, gastronomia, cultura e inovação. Trabalhou mais de 15 anos no Grupo RBS como repórter, editora, colunista e assinou coluna social durante um ano no Jornal Notícias do Dia. Hoje, concilia a produção de conteúdo em site próprio com o trabalho de relações públicas.

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *