5 programas para fazer em Blumenau durante o Festival Brasileiro da Cerveja, entre 7 e 10 de março

Cada vez maior e mais interessante, o tradicional Festival Brasileiro da Cerveja (ingressos aqui), promove sua décima edição entre 7 e 10 de março, quando leva a Blumenau os melhores rótulos da bebida.

Festival da Cerveja. Daniel Zimmermann, divulgação

Para quem visita a região nos dias do festival (quem não reservou hospedagem é bom se agilizar já que a rede hoteleira costuma lotar), a dica é aproveitar para conhecer aspectos da produção cervejeira e também a gastronomia típica do Vale do Itajaí enquanto os pavilhões do Festival não abrem (nos três primeiro dias as atividades comecam às 19h e no sábado, às 15h).

Marcelo Martins, divulgação

Para aqueles que vão ao Festival da Cerveja buscando o turismo gastronômico, Gelson Walker, diretor da Tô Indo Viagens, que é a agência  oficial do evento, preparou algumas dicas:

1) Entender como é feita a cerveja 

São inúmeros os processos para se produzir uma cerveja de qualidade. Mas é possível conhecer cada um deles de perto. A Cerveja Blumenau, por exemplo, abre as portas da sua fábrica para visitações em horários pré-determinados: às 10h, 11h, 14h, 15h e 16h, de segunda a sábado, mediante agendamento. Para agendar, basta enviar um e-mail para visita@cervejablumenau.com.br ou bardafabrica@cervejablumenau.com.br, ou através do telefone (47) 3339-4451. O custo do passeio é de R$ 20 por pessoa e inclui degustação de rótulos da marca.

Cervejaria Blumenau. Foto Daniel Zimmermann

2) Conhecer a história da cerveja na região

Para aprender um pouco mais sobre o surgimento da cerveja artesanal e importância para o Vale Europeu, a dica é conhecer o Museu da Cerveja. “O local mostra como a bebida se desenvolveu em Santa Catarina e traz peças da Feldmann, uma das primeiras fábricas do segmento no estado. Elas retratam como era o processo de produção nas décadas de 1890 a 1920”, explica Gelson. O museu está localizado na Rua XV de Novembro, 160. A visitação é gratuita e pode ser feita durante a semana, das 9h às 17h e, aos finais de semana e feriados, das 10h às 16h.

Museu da Cerveja. Divulgação

3) Aprender a beber melhor 

Além de várias cervejarias, Blumenau também tem a única instituição de ensino superior da América Latina destinada à bebida. A Escola Superior de Cerveja e Malte (ESCM) oferece, de segunda a sábado, sempre às 10h, um curso de uma hora sobre universo cervejeiro. Maneiras de apreciar, características das principais escolas cervejeiras do mundo e um tour pela estrutura fazem parte da programação. Não é necessário agendamento e o curso custa R$60 inclusa a degustação de quatro rótulos. A ESCM fica na Rua Elsbeth Feddersern, 72, bairro Salto do Norte. Mais
informações através deste site. 

Escola Superior de Cerveja e Malte. Divulgação

4) Viver o clima da Vila Germânica 

As construções inspiradas na arquitetura enxaimel e as diversas opções de lojas com produtos típicos fazem do Empório Vila Germânica um espaço único. Enquanto a movimentação da cidade acontece lá fora, nos corredores do complexo é possível andar tranquilamente, visitar os 22 estabelecimentos do local, saborear diversos pratos e degustar cervejas que estão ou não no evento. Na Bier Vila, por exemplo, podem ser encontrados 30 tipos de chopes diferentes todos os dias, além de preparos típicos como eisbein (joelho de porco) e hackepeter – receita alemã que leva carne crua e muitos tempero e é preparada pela equipe da casa na frente do cliente.

Empório Vila Germânica. Daniel Zimmermann, divulgação

5) Provar comida feita com cerveja 

A bebida que é destaque durante a programação não aparece só nos copos. Ela também pode ser degustada em algumas receitas. É o caso do Risoto de Linguiça Blumenau, da Bier Vila. Além de conter ingredientes tradicionais, o segredo deste preparo está na cerveja dunkel. Já para os apaixonados por carne, o Restaurante Figueira também é uma opção. A casa traz em seu cardápio um Entrecot com Cogumelos Portobelo puxados em molho de cerveja escura. O Figueira está localizado próximo ao evento, na Rua Mariana Bronnemann, 527, bairro Velha e está aberto ao público de terça a sexta-feira a partir das 18h30min, aos sábados a partir das 19h e aos domingos das
11h30min às 14h45min.

 

Comments

comments

Laura Coutinho

Escrito por Laura Coutinho

Laura Coutinho é jornalista com mestrado em Relações Internacionais. Já morou em Porto Alegre, Londres e Lisboa e é apaixonada por viagens, gastronomia, cultura e inovação. Trabalhou mais de 15 anos no Grupo RBS como repórter, editora e colunista. Hoje, concilia o site próprio com uma coluna semanal no jornal Notícias do Dia, em Santa Catarina, e o trabalho de relações públicas.

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *